GABINETE DE INSERÇÃO PROFISSIONAL

O GIP pretende apoiar atuais e ex- alunos na inserção profissional, desde a elaboração dos curricula à preparação para as entrevistas e manter actualizado banco de dados com oferta de emprego.

REDE KNOW NOW KNOW HOW

A Rede Know Now Know How foi inicialmente criada ao abrigo do decreto-lei n.º 43/2014, de 18 de março (entretanto revogado, mas substituído pelo Decreto-Lei n.º 63/2016, de 13 de setembro que também prevê a existência destas redes), que criou no sistema de ensino superior politécnico os cursos técnicos superiores profissionais (CTeSP), uma formação superior mais curta, caracterizada pelo seu caráter mais técnico, mais especializado, mais profissionalizante e mais aplicado e, por isso mesmo, necessariamente mais ligado às empresas e demais entidades empregadoras.

Apesar de ter nascido associada à criação desta nova tipologia de cursos, desde cedo o ISEC Lisboa entendeu que a criação e o funcionamento em rede da Know Now Know How devia ter um âmbito mais alargado de atuação e consolidou-a como uma verdadeira ponte entre as instituições de ensino e formação e as entidades empregadoras, agregando não só as anteriores parcerias já existentes no ISEC Lisboa, como aprofundando a ligação à comunidade e região em que nos inserimos e promovendo a junção de novas entidades.

Lançada oficialmente a 26/01/2016, a Rede Know Now Know How conta atualmente com cerca de 150 parceiros (empresas, autarquias, associações profissionais, ONG, instituições de ensino superior, escolas secundárias e escolas profissionais), tendo como principais objetivos:

  • A articulação das formações de nível 4, 5 e 6 ministradas pelos parceiros escolas/instituições de ensino;
  • Conceção, a implementação e o desenvolvimento de novos CTeSP;
  • Produção de oferta formativa aplicável à realidade empresarial e pertinente para o desenvolvimento da região;
  • Articulação entre a oferta formativa dos parceiros da Rede Know Now Know How e o mercado de trabalho;
  • Desenvolvimento e otimização da qualificação de ativos com capacidades de competitividade sustentadas;
  • Promover o desenvolvimento em parceria “academia/indústria” de produtos, serviços e processos organizacionais que tornem as empresas mais competitivas num ambiente global;
  • Desenvolvimento de projetos de investigação colaborativa e aplicada entre entidades parceiras;
  • Contribuir para o desenvolvimento local, regional e nacional através do desenvolvimento de uma cultura científica aberta e socialmente responsável;
  • Promover a transferência do conhecimento produzido nas instituições de ensino superior para as empresas, criando valor.

CONSULTÓRIO DAS PROFISSÕES

Escolhe a tua área de interesse e faz a marcação da tua consulta!