PET DAY ISEC Lisboa

O dia de trazer os animais de estimação para o trabalho é uma iniciativa iniciada em 2016, e que tem como objetivo contribuir para criar um ambiente de trabalho mais alegre e descontraído, promover a interação entre funcionários e, simultaneamente, contribuir para comunidade em que o ISEC Lisboa se insere, designadamente ao nível da ajuda de associações dedicadas à defesa e ao bem-estar de animais de estimação.

Consiste, em concreto, na possibilidade de todos os utilizadores do Campus do Lumiar (funcionários, docentes e alunos) poderem, pelo período de um dia previamente estipulado, trazer para o Campus o(s) seu(s) animal(ais) de estimação, que consigo passará o dia enquanto realiza as suas normais tarefas profissionais ou de estudante.


Estudo Acompanhado

Consiste num projeto de voluntariado através do qual os alunos do ISEC Lisboa participam e ajudam de forma voluntária alunos com dificuldades de aprendizagem quer em contexto de sala de aula, quer em contexto de centro de estudos sociais e em ATL, ao nível do ensino básico.  


Campanha Finalistas Solidários

Num momento tão importante na vida dos nossos alunos, em que se fecha um ciclo de aprendizagem e se inicia a passagem para o mercado de trabalho e o exercício pleno de cidadania, os alunos finalistas são convidados a partilhar a preocupação com os mais desfavorecidos e carenciados. Consiste na recolha de bens de 1.ª necessidade para famílias carenciadas que são depois oferecidas no dia da Festa do ISEC (Missa da Benção das Fitas).


Apoio a alunos

Consiste da definição de planos personalizados para apoio a alunos sinalizados pela Tesouraria ou que procuram ajuda, traduzindo-se no acompanhamento financeiro desses alunos, fracionamento extraordinário de pagamentos ou definição de formas alternativas de pagamento de propinas e emolumentos.


Cursos de Preparação para Exames Nacionais de Acesso ao Ensino Superior

Disponibilização ao público em geral de cursos de preparação para os exames nacionais de acesso ao ensino superior, designadamente, na área do português e da matemática, a custos reduzidos.


Feira Social

Praxe Solidária


 

Banco de Livros

Permite a troca de livros e manuais escolares de forma gratuita entre os membros da comunidade académica do ISEC Lisboa.


Formação Contínua de Colaboradores

O ISEC Lisboa possibilita a todos os seus colaboradores, docentes e não docentes, a possibilidade de frequência de qualquer curso e/ou de qualquer unidade curricular que esteja em funcionamento no ISEC Lisboa, com condições de pagamento preferenciais, desde descontos, a isenção de emolumentos ou mesmo isenção total ou parcial de propinas. Para beneficiar desta possibilidade o colaborador tem de apresentar a sua intenção de frequentar uma unidade curricular e/ou ciclo de estudos e aguardar por aprovação e condições por parte da Direção Financeira da UNIVERSITAS, entidade instituidora do ISEC Lisboa, a qual é fundamentada na disponibilidade orçamental no momento do pedido e na relevância da aquisição das competências pretendidas pelo colaborador para o desenvolvimento do ISEC Lisboa.


Rastreios de Optometria

Projeto de voluntariado que envolve alunos e docentes da Licenciatura em Ótica e Optometria, no âmbito do qual são efetuados Rastreios de Optometria a populações concretamente identificadas por parceiros (por exemplo, Centro Social da Musgueira).


CineConchas

CineConchas é um evento de cinema ao ar-livre iniciado em 2008 e que decorre sempre em Julho, na Quinta das Conchas, ao Lumiar, com entrada livre. A iniciativa tem como finalidade o favorecimento da utilização dos espaços públicos e a congregação de públicos diferentes em volta de um interesse comum. A nova realidade urbanística e social que constitui a Alta de Lisboa obriga a um esforço acrescido de integração. Populações realojadas oriundas dos antigos bairros degradados da Musgueira Norte, Musgueira Sul, Quinta Grande e Bairro da Cruz Vermelha convivem hoje com uma jovem classe média-alta que adquiriu a sua casa num novo e moderno projeto urbanístico que será uma referência no futuro para a cidade de Lisboa.

O ISEC Lisboa é parceiro e tem participado nas várias ações anuais.


Bolsas de Mérito ISEC Lisboa – Caixa Geral de Depósitos


JÁ SEI LER: um projeto de Leitura em Voz Alta

Apresentação

Não nascemos leitores, aprendemos a ler e a gostar de ler, se as nossas aprendizagens e experiências o permitirem.

A Leitura está em mudança, fruto de um novo paradigma de sociedade. Fala-se muito da urgência de estratégias promotoras da leitura, talvez porque sabemos que muitas das nossas crianças já sabem ler, mas não se interessem pela leitura, pelo livro enquanto objeto. Mas é importante percebermos o que está em causa quando falamos em saber ler e gostar de ler. Há leitores que têm preferências específicas que não passam pela literatura e nem por isso são leitores menos hábeis. Os textos que despertarão o gosto pela leitura das crianças não terão de ser necessariamente literários. Podê-lo-ão ser para algumas crianças, mas é importante promover a leitura junto de todas as crianças. Tais estratégias não podem passar, apenas, pela animação da leitura, ainda que importante, ou aumento do tempo dedicado ao ato de ler, pois sabemos que não são garante da vontade de ler por si só. Por outro lado, sabe-se que é nos anos iniciais de escolaridade que se ganham (ou vêm a perder) leitores para a vida.

É importante percebermos, também, que saber ler bem depende de ser ter aprendido bem a ler e que ninguém aprende se não estiver motivado e não for ensinado por quem também sinta motivação para o fazer. Mais ainda, e como se sabe, quem lê mais lê melhor e, se lê melhor, vai ter vontade de ler mais. É pois neste círculo que urge atuar.

A vontade de ler, mais e melhor, passa, em muito, por estratégias em parceria com aqueles que são contextos significativos para as crianças: a escola e a família. Sem estratégias articuladas podemos aprender a ler, podemos usar a leitura para fins diversos, mas dificilmente aprenderemos a gostar de ler. Partilhar livros e falar de livros são, seguramente, algumas das atividades que poderão conduzir à descoberta desse gosto pela leitura, fundador, sem dúvida, de práticas de leitura assídua e duradoura.

O Projeto

O projeto JÁ SEI LER: um projeto de Leitura em Voz Alta pretende atuar em dois grandes eixos:

       1. a promoção de estratégias que fomentem a leitura em voz alta, com vista ao desenvolvimento de uma leitura fluente e compreensiva, nomeadamente:
          (i)    desenvolvimento de práticas consistentes de leitura em voz alta em sala
          (ii)   desenvolvimento de práticas colaborativas de leitura com a Biblioteca Escolar
       2. perceber claramente o impacto que o projeto Já Sei Ler do Plano Nacional de Leitura possa ter nas práticas de leitura futuras das crianças de 1º CEB e nas alterações de práticas leitoras das respetivas famílias, nomeadamente através de:
          (i)    empréstimo de livros às famílias
          (ii)   desenvolvimento de práticas de leitura em voz alta em família
          (iii)  leituras partilhadas escola/famílias/comunidade

No desenvolvimento do projeto, acompanhar-se-á o conjunto de crianças matriculadas no 1º ano, no concelho do Entroncamento, no ensino público e privado, ao longo dos seus quatro anos de percurso no 1º CEB.
Neste sentido, assumem-se, como principais objetivos:
  1. Conhecer as práticas leitoras das famílias de crianças em início do 1º ano do 1º CEB
  2. Conhecer as intenções dos professores das crianças em início do 1º ano do 1º CEB relativamente a práticas promotoras de uma leitura fluente e compreensiva para os quatro anos do 1º CEB
  3. Ajudar e acompanhar os professores de 1º CEB na implementação do Projeto Já Sei Ler do Plano Nacional de Leitura junto de crianças em início do 1º ano do 1º CEB e a desenvolvê-lo durante os quatro anos do 1º CEB, em parceria com a Biblioteca Escolar
  4. Sensibilizar a comunidade educativa e as famílias para a importância da Leitura em Voz Alta, a partir do projeto Já Sei Ler do Plano Nacional de Leitura
  5. Dinamizar ações de formação gratuita destinadas às famílias a propósito da importância da Leitura Partilhada
  6. Compreender, no final dos quatro anos do 1º CEB, qual o impacto do projeto Já Sei Ler do Plano Nacional de Leitura nas práticas de leitura destas crianças e nas alterações de práticas leitoras das respetivas famílias
  7. Avaliar, no final dos quatro anos do 1º CEB, a fluência e a compreensão leitora das crianças do estudo, relacionando-as com o projeto Já Sei Ler do Plano Nacional de Leitura

Notícias

 

Ler em voz alta 10 minutos por dia. Na escola e em casa. É este o mote do projeto Já Sei Ler, que está a ser implementado no município do Entroncamento sob a coordenação do ISEC Lisboa e com o apoio do município e do Plano Nacional de Leitura.

Tendo como público-alvo as crianças matriculadas no 1º ano do Primeiro Ciclo do Ensino Básico, este projeto acompanhará os alunos ao longo dos quatro anos deste ciclo de ensino.

Foi na passada quinta-feira, dia 17 de janeiro, pelas 18h30 que, perante o público do Centro Cultural do Entroncamento composto, sobretudo, por pais e professores, se oficializou a parceria entre a autarquia, o ISEC Lisboa/Universitas, CRL e o Plano Nacional de Leitura, com a assinatura do respetivo protocolo. As três entidades foram representadas por Jorge Faria, presidente da Câmara Municipal do Entroncamento, Maria Cristina Ventura e Pedro Brás (ISEC Lisboa/Universitas, CRL) e Luísa Dinis (Plano Nacional de Leitura).

A particularidade da iniciativa “Já sei ler: um projeto de Leitura em Voz Alta” implicar a criação de uma rede que envolve as escolas, os alunos e as famílias será uma mais-valia neste projeto que, para já, deixou algumas sugestões a quem estava presente na cerimónia pública de apresentação: espalhar livros pela casa e assegurar que estão num local de fácil acesso; deixar que a criança escolha um livro, que troque livros com amigos, que se habitue a ir à biblioteca municipal, que os possa incluir nas listas de compras.

Um projeto pioneiro em Portugal que tem estado a ser muito bem recebido por vários agentes em educação, bem como pela comunicação social: Plano Nacional de Leitura; Rede de Bibliotecas Escolares; A Casa do João (Revista de Literatura Infantil e Juvenil); Médio Tejo online; EOL.

Acompanhem-nos de perto!

http://www.mediotejo.net/entroncamento-projeto-pioneiro-a-nivel-nacional-vai-incentivar-a-leitura-nos-mais-pequenos/

http://www.cm-entroncamento.pt/index.php/pt/noticias/2628-assinatura-protocolo-de-colaboracao-projeto-ja-sei-ler

http://pnl2027.gov.pt/np4/cerimoniajaseiler.html

https://www.entroncamentoonline.pt/portal/entroncamento-arrancou-o-projeto-que-vai-criar-habitos-de-leitura-no-ensino-basico/

https://www.youtube.com/watch?v=XIkx17xhOl4

https://www.acasadojoao.info/blog/um-projeto-que-vai-criar-hábitos-de-leitura-no-ensino-básico?fbclid=IwAR0N48iPnfsdhAoUHa0s6Cql3GUNumJXmqlvFzK4c9iEKnDEDNXk7CBxog8

https://flipboard.com/@rededebibli7k1a/recursos-educativos%2C-projetos-e-ideias-eu7fk0k2y?fbclid=IwAR2sesog35Z4BP09Jj-PGMbQXSzUFqlLra4007x0PcTesNnK1L84lbHDeqo


O primeiro livro já chegou às escolas do concelho do Entroncamento

Decorreu, na passada segunda-feira dia 28 e quinta-feira dia 31 de janeiro, a entrega das mochilas do Projeto Já Sei Ler, oferecidas pelo Plano Nacional de Leitura. Dentro delas ia o primeiro livro, oferecido pelo ISEC Lisboa, que fez a delícia das cerca de 200 crianças envolvidas no Projeto. 
Recorde-se que o Projeto Já Sei Ler, fruto da parceria tripartida entre a Câmara Municipal do Entroncamento, o ISEC Lisboa e o Plano Nacional de Leitura, tem como grande objetivo a leitura diária de 10 minutos em voz alta, em sala de aula e em casa.