REABILITAÇÃO DO PATRIMÓNIO EDIFICADO

A pós-graduação em reabilitação do património edificado surge para responder ao desafio da necessidade crescente de recuperar e valorizar o tecido urbano existente. A reabilitação do património edificado assume-se como uma componente indispensável da política das cidades e da política de habitação, na medida em que nela convergem os objetivos de requalificação e revitalização das cidades, em particular das suas áreas mais degradadas, e de qualificação do parque habitacional, procurando-se um funcionamento globalmente mais harmonioso e sustentável das cidades e a garantia, para todos, de uma habitação condigna.

ARTE DE CONTAR ESTÓRIAS

O curso oferece a oportunidade ao aprendente de encontrar a sua singularidade neste campo do conhecimento humano. Ao saber teórico junta o saber fazer pela experimentação da arte de narrar, ficando mais próximo das suas emoções, das suas memórias e das suas falas. Neste campo privilegiado de criação com a palavra viva, toma consciência da sua cumplicidade com a narrativa quando a partilha com os diferentes públicos, em diferentes contextos. Deste modo, pela multiplicidade de experiências que o curso possibilita, nomeadamente, as unidades curriculares, os seminários, as oficinas e o conhecimento dos profissionais neste campo, poderão especializar-se na arte da narração oral.

INTERVENÇÃO ASSISTIDA POR ANIMAIS: CÃES

A presente proposta de formação tem por intenção proporcionar aos profissionais de saúde e de educação ferramentas para poderem trabalhar com um cão em contexto terapêutico, educacional e lúdico. Paralelamente permitirá aos monitores/guias de cães os conhecimentos necessários para potenciar o melhor do seu cão em intervenções.

EDUCAÇÃO ESPECIAL: DOMÍNIO COGNITIVO E MOTOR

O objetivo geral do Curso de Especialização é a aquisição de conhecimentos científicos, pedagógicos e técnicos nesta área, de forma a qualificar os profissionais para o exercício das funções de apoio, de acompanhamento e de intervenção em indivíduos com Necessidades Educativas Especiais (NEE). Como objetivos específicos, pretende-se desenvolver competências de análise crítica, de intervenção, de formação, de supervisão, de avaliação e de consultoria na área da Educação Especial.

ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO EM EDUCAÇÃO

No final desta formação, os alunos deverão ser capazes de analisar e interpretar a escola e as organizações educativas à luz dos contributos teóricos das ciências da educação, designadamente nos domínios da sociologia da educação e da escola, da política educativa ou da educação comparada, das ciências da organização e da gestão, fundamentar o processo de tomada de decisão em procedimentos de investigação e de inovação educacional, utilizar métodos e técnicas de planeamento e gestão educacional, organizacional, patrimonial, de recursos humanos e financeiros, elaborar projetos educacionais e financeiros, respeitando o primado da dimensão pedagógica e avaliar contextos, situações, programas, processos e produtos educativos, quer a nível institucional quer a nível intermédio, e de desempenho, com vista a melhorar a qualidade dos projetos educativos.

GESTORES DE EMERGÊNCIA E SOCORRO

Apesar dos níveis crescentes de desenvolvimento e da evolução tecnológica, de uma forma global, pode considerar-se que as sociedades atuais mantêm e ampliam a sua vulnerabilidade, face aos diferentes tipos de perigos presentes no território. 
Aos perigos que sempre existiram, juntam-se outros cada vez mais complexos, de matrizes multifacetadas desde alterações politicas, variações económicas, transformações sociais, transmutações religiosas, intolerância cultural, fluxos migratórios, refugiados e conflitos que têm como base a sobrevivência dos povos e que se manifestam na procura de água, alimentos, gás ou combustíveis.
Todos estes perigos têm consequências cada vez mais imprevisíveis e globais. Daqui resulta que, por sermos incapazes de sozinhos fazer face a estas novas ameaças, nos empenhemos permanentemente em garantir formas de resposta organizada e integrada. 
A par da gestão da informação, a antecipação de fenómenos imprevisíveis e devastadores e a mitigação das suas consequências, serão muito do futuro trabalho de um gestor de emergências.