Aprovado em Despacho nº 10714/2015, alterada a designação da Licenciatura pelo aviso n.º 8994/2009 (Diário da República, 2.ª série  n.º 85, 4 de Maio de 2009). Acreditado pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior | Processo ACEF/1314/15632 
Curso habilitado à inscrição no Colégio de Engenharia da Segurança pela Ordem dos Engenheiros Técnicos (OET).

COORDENAÇÃO DO CURSO

Doutor Carlos Gomes de Oliveira

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Doutor Luís Moreira
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER

Este curso pretende dotar os estudantes com as ferramentas necessárias que os capacitem a desenvolver as seguintes competências estruturantes: planear e implementar o sistema de gestão de riscos; caracterizar a organização da empresa quanto aos elementos relevantes para a gestão da prevenção; conceber, programar e desenvolver os planos específicos de prevenção e proteção exigidos pela legislação e o plano de emergência; assegurar a integração dos planos específicos de combate ao sinistro, de evacuação e de primeiros socorros; conceber e desenvolver os procedimentos de avaliação de riscos profissionais, identificando os perigos associados às condições de segurança, aos fatores de risco químicos, físicos e biológicos e à organização e carga de trabalho. Estimar os riscos a partir de metodologias e técnicas (qualitativas e quantitativas) adequadas aos perigos identificados; valorar os riscos a partir da comparação dos resultados obtidos na avaliação dos riscos com os critérios de referência previamente estabelecidos, estabelecendo prioridades de atuação.

Conceber um plano de segurança e saúde; coordenar tecnicamente as atividades de segurança e higiene no trabalho, assegurando o enquadramento e a orientação técnica dos profissionais e dos estagiários da área da segurança e higiene no trabalho; supervisionar a eficiência dos sistemas necessários à operacionalidade das medidas de prevenção e de proteção implementadas; supervisionar a manutenção dos sistemas e equipamentos de trabalho, controlando o cumprimento dos procedimentos pré-estabelecidos; avaliar o desempenho de serviços contratados e a adequabilidade e a viabilidade das medidas propostas; avaliar a eficácia de medidas implementadas através da reavaliação dos riscos e da análise comparativa com a situação inicial; coordenar, acompanhar e participar nas vistorias aos locais de forma a assegurar o cumprimento das medidas de prevenção e de proteção estabelecidas; coordenar e acompanhar o desenvolvimento de auditorias e inspeções; elaborar cadernos de encargos e manuais de instrução; divulgar e dinamizar a participação dos trabalhadores da organização no âmbito da prevenção; supervisionar as atividades realizadas pelos serviços especializados contratados; promover a interligação entre os serviços especializados contratados e os diferentes sectores da organização; supervisionar o programa de informação sobre os riscos profissionais; identificar as necessidades de formação; assegurar a atualização da documentação necessária à gestão da prevenção na organização.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

A licenciatura em Engenharia da Segurança no Trabalho tem como objetivo proporcionar a formação teórica e prática necessária para o desenvolvimento das competências práticas, atitudes e comportamentos essenciais ao desempenho profissional no âmbito da promoção da Saúde e Segurança no Trabalho.

DESTINATÁRIOS

Esta licenciatura é dirigida à sociedade no seu todo, nomeadamente: Diplomados do Ensino Secundário (12º ano e Técnico-Profissional); diplomados de CTeSP em áreas afins. Detentores do Título Profissional de Técnico de Segurança no Trabalho Grau IV (ACT); Detentores de um currículo profissional na área (maiores de 23 anos); diplomados em Estabelecimentos de Ensino estrangeiros com currículos considerados equivalentes aos nacionais exigíveis (CTC); diplomados do Ensino Superior em áreas afins.

PRINCIPAIS SAÍDAS PROFISSIONAIS

+ Técnico Superior de Segurança no Trabalho/ Engenheiro Técnico em Instituições púbicas e privadas, como responsável ou integrante da equipa de Segurança no Trabalho
+ Técnico Superior especializado / Analista de Risco em Seguradoras
+ Coordenador de Segurança
+ Consultor de Segurança no Trabalho
+ Docente / Monitor de formação
+ Inspetor do Trabalho

ENTIDADES PARCEIRAS

ACT - Autoridade para as Condições de Trabalho; OET - Ordem dos Engenheiros Técnicos; OEA - Ordem dos Engenheiros de Angola; OECV - Ordem dos Engenheiros de Cabo Verde; CONFEA - Conselho Federal de Engenharia e Agronomia do Brasil; IPL - Instituto Politécnico de Lisboa; EPGE - Escola Profissional Gustave Eiffel; CMS - Câmara Municipal de Sintra; CML - Câmara Municipal de Lisboa; ASVDS - Associação Vertentes e Desafios da Segurança; diversas empresas industriais através da Rede Know How Know Now.

TÍTULO CONFERIDO

Licenciado em Engenharia de Segurança do Trabalho.

HORÁRIO

Noturno.

PLANO DE ESTUDOS

 

DURAÇÃO TOTAL DO CURSO

6 semestres (3 anos)


PRÉ-REQUISITOS

N/A

EQUIPAMENTOS E MATERIAL DIDÁTICO

Equipamento diverso disponível nos laboratórios de Química, Física e Segurança do Trabalho. Material didático é disponibilizado pelos professores de cada unidade curricular.

ACREDITAÇÕES E RECONHECIMENTO

+ ACT - Autoridade para as Condições de Trabalho: Título Profissional de Técnico Superior de Segurança no Trabalho, Grau VI
+ OET - Ordem dos Engenheiros Técnicos: Admissão, após os trâmites legais, no Colégio de Engenharia de Segurança no Trabalho
+ Reconhecimento pela Federação Europeia das Associações Nacionais de Engenheiros (FEANI)

+ Despacho nº 10714/2015 publicado em Diário da República, 2ª série – 188 – 25 de setembro de 2015